Para autores e autoras

O período de submissões para o próximo número da Revista Estudos Hum(e)anos se encerra no dia 15 de outubro de 2022. 

A revista recebe trabalhos que versam sobre a filosofia de David Hume, sobre outros autores e autoras do período moderno, bem como sobre conexões do pensamento humeano com os demais períodos da história da filosofia.

Em mensagem para revistaestudoshumeanos@gmail.com, os autores devem informar seu vínculo institucional, cargo e titulação, dados que devem ser retirados do documento de texto, que deverá ser preparado para revisão anônima. Os textos enviados à Revista Estudos Hum(e)anos são submetidos a membros do Conselho Editorial e a pareceristas ad hoc.

Exigências quanto à forma e preparação de manuscritos 

Os originais, em formato Word (doc; docx), deverão ser digitados em espaço 1,5, com a fonte Times New Roman tamanho 12. As margens direita e esquerda devem respeitar a distância de, no mínimo, 3 cm.

O artigo deverá apresentar o título e um pequeno resumo de seu conteúdo (de até 200 palavras) no idioma em que foi escrito e em inglês (quando redigido neste último idioma, o segundo resumo deverá ser em português). Logo abaixo do resumo, deverá ser feita a indicação das palavras-chave (entre três e seis). Tais palavras-chave devem seguir o idioma em que os resumos foram escritos.

Referências

As referências bibliográficas utilizadas serão apresentadas no final do artigo, listadas em ordem alfabética, obedecendo às seguintes normas:

Livro: SOBRENOME, Nome (abreviado). Ano. Título em itálico: subtítulo. Número da edição, caso não seja a primeira. Local da publicação: Nome da editora.

Coletânea: SOBRENOME, Nome (abreviado). Ano. Título do ensaio. In: SOBRENOME, Nome (abreviado) do(s) organizador (es).Título da coletânea em itálico: subtítulo. Número da edição, caso não seja a primeira. Local da publicação: nome da editora.

Artigo em periódico: SOBRENOME, Nome (abreviado). Ano. Título do artigo. Nome do periódico em itálico, local da publicação, volume e número do periódico, intervalo de páginas do artigo, período da publicação.

Dissertações e teses: SOBRENOME, Nome (abreviado). Ano. Título em itálico. Local. Número total de páginas. Grau acadêmico e área de estudos [Dissertação (Mestrado) ou Tese (Doutorado)]. Instituição em que foi apresentada.

Internet (documentos eletrônicos): SOBRENOME, Nome (abreviado). (Ano). Título em itálico, [Online]. Produtor. Disponibilidade: acesso. [data de acesso].

Citações

Sugerimos que os/as autores/as sigam os modelos de citação à obra de Hume abaixo (utilizando algarismos arábicos ao invés de algarismos romanos):

Tratado da natureza humana: T livro, parte, seção, parágrafo.

Um resumo de um livro recentemente publicado / Abstract: A parágrafo.

Carta de um cavalheiro para seu amigo em Edimburgo: L parágrafo.

Investigação sobre o entendimento humano: EHU ou IEH seção, parte, parágrafo.

Uma dissertação sobre as paixões: P seção, parágrafo.

Investigação sobre os princípios da moral: EPM ou IPM Seção, parágrafo.

História natural da religião:  N seção, parágrafo.

História da Inglaterra: H volume, capítulo, parágrafo.

Minha vida: MOL parágrafo.

Do suicídio: SU parágrafo.

Da Imortalidade da alma: IS parágrafo.

Diálogos sobre a religião natural: D Parte, parágrafo.

Sugerimos que as referências aos Ensaios sigam os modelos presentes no site davidhume.org (isto é, a sigla do título do ensaio e o parágrafo), como, por exemplo:

Da delicadeza do gosto e da paixão: DT, parágrafo.

Da liberdade civil: CL, parágrafo.

Notas de rodapé

Para inserir notas, utilize notas de rodapé (numeradas com algarismos arábicos), mas não notas finais. Citações dentro de notas de rodapé seguem as convenções acima.

Reconhecimento em nota de rodapé: Se o autor decidir incluir uma nota de reconhecimento, isto deve ser referenciado no título, através da indicação de um “*” (o que significa nota não numerada).

Notas de rodapé não devem ser utilizadas para citações normais. Deve-se utilizar, no texto, a convenção autor (data).